Família suspeita de negligência em morte durante lipo

A Polícia Civil de São Simão (SP) abriu inquérito para apurar a morte da enfermeira da Santa Casa da cidade, Sabrina Machado Miyahara, de 31 anos, que morreu após passar por três cirurgias plásticas no local onde trabalhava. Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), a família da vítima acredita que houve negligência por parte dos médicos que atenderam Sabrina. A polícia pediu exame necroscópico para o corpo da vítima.

PRISCILA TRINDADE, Agencia Estado

01 Dezembro 2009 | 20h08

Sabrina fez implante de prótese de silicone nos seios, cirurgia plástica no abdômen e lipoaspiração. De acordo com a SSP, a enfermeira teve complicações após realizar o procedimento na tarde de domingo. Ela teve paradas cardíacas e foi levada para o Hospital São Paulo, em Ribeirão Preto, onde faleceu à noite por hemorragia abdominal.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.