Camila Domingues/Palácio Piratini
Camila Domingues/Palácio Piratini

Farmácias e drogarias privadas passam a oferecer a vacina contra a gripe comum

Vacina aplicada neste ano protege contra três tipos de vírus da gripe; imunização não protege contra o coronavírus

Redação, O Estado de S.Paulo

14 de abril de 2020 | 19h01

A Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo iniciou nesta terça-feira, 14, a vacinação gratuita contra a gripe comum em 32 farmácias e drogarias privadas habilitadas pela Prefeitura. Os grupos prioritários terão até o dia 22 de maio, das 9h às 17h, para procurar um dos locais credenciados. 

A vacina aplicada neste ano protege contra os três tipos de vírus da gripe que mais circularam no Hemisfério Sul em 2019: Influenza A (H1N1), Influenza B e Influenza A (H3N2). As equipes e insumos são do Sistema Único de Saúde (SUS).

Fazem parte do grupo prioritário os idosos, trabalhadores do setor de saúde e profissionais de segurança. A partir desta quinta-feira, 16, pessoas com doenças crônicas não transmissíveis, caminhoneiros, motoristas de ônibus, detentos e agentes penitenciários também poderão tomar a vacina contra a gripe

Embora a vacina contra a influenza não proteja contra o novo coronavírus, recomenda-se a vacinação porque a gripe comum também pode trazer riscos à saúde da população de risco, levando a internações e até mortes. Além disso, com a população vacinada, é uma forma de facilitar o diagnóstico de suspeita do covid-19.

Entre os dias 23 de março e 9 de abril, foram aplicadas doses em 4,8 milhões de idosos (100%) e 1 milhão de trabalhadores de saúde (74%), segundo o governo do Estado de São Paulo. Diariamente, cerca de 500 mil pessoas compareceram aos postos. Em 2019, esse contingente só foi atingido após 80 dias de campanha para os grupos prioritários.

UBS 

A imunização contra a influenza também está disponível em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs). Na cidade de São Paulo, a aplicação ocorre em 468 UBSs, além de escolas públicas, casas de acolhida e conjuntos habitacionais, dentre outros espaços. Confira as listas de UBSs da capital paulista e, também, das instituições de educação pública que participam da campanha de vacinação.

9 de maio

Professores de escolas públicas e privadas, crianças de 6 meses até 6 anos, gestantes, puérperas, povos indígenas, adultos de 55 a 59 anos de idade e pessoa com deficiência. passarão a integrar o grupo prioritário para a imunização contra a influenza a partir do dia 9 de maio.

Farmácias e drogarias

 

ZONA NORTE

Drogaria São Paulo

Av. Benedito Andrade, 135

Av. Cabo Adão Pereira, 400/ 424/ 426

Rua Parapuã, 400

Av. Profª. Virgília Rodrigues Alves de Carvalhon Pinto, 555

Drogasil

Av. Mutinga, 1.225

Av. Parada Pinto, 310

Rua Lucas de Freitas Azevedo, 950

Drogaria Vitória

Av. Dr. Sylvio de Campos, 1.017

 

ZONA LESTE

Drogaria São Paulo

Av. Souza Ramos, 104

Av. Amador Bueno da Veiga, 4.271

Rua Harry Dannemberg, 309

Av. Marechal Tito, 2.680/ 2.684/ 2.696

Av. Baronesa de Muritiba, 60B

Praça José Aleixo

Drogasil

Estrada do Lajeado Velho, 748

 

ZONA SUDESTE

Drogaria São Paulo

Avenida Renata, 60

Drogasil

Av. Sapopemba, 6.047

Rua Tomas Carvalhal, 449

Farma Ponte

Rua Santa Cruz, 2.305

Farmácia Pague Menos

Rua da Mooca, 2.095

 

ZONA OESTE

Farmácia Pague Menos

Av. Presidente Altino, 518

Av. Vital Brasil, 602

 

ZONA SUL

Drogasil 

Estrada de Itapecerica, 2.801

Av. Profº. Papini, 317 e 319

Rua Sócrates, 250

Av. Cupecê, 2.756 

Drogaria São Paulo

Av. Senador Teotônio Vilela, 4.882

Estrada M. Boi Mirim, 1.293

Drogaria Colônia Paulista 

Rua Carlos Rasquinho, 317

 

CENTRO

Drogaria São Paulo

Av. Angélica, 1.465/ 1.475

Extrafarma 

Rua Dona Veridiana, 390

Droga Raia

Rua dos Belgas, 67

Receba no seu email as principais notícias do dia sobre o coronavírus

Para Entender

Coronavírus: veja o que já se sabe sobre a doença

Doença está deixando vítimas na Ásia e já foi diagnosticada em outros continentes; Organização Mundial da Saúde está em alerta para evitar epidemia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.