Farmácias vão reter receitas de antibióticos a partir de 28 de novembro

Objetivo é controlar a venda desses medicamentos e evitar a propagação da superbactéria KPC

ROSANA DE CASSIA, Agência Estado

28 Outubro 2010 | 12h46

SÃO PAULO - A resolução da Anvisa sobre a retenção das receitas de antibióticos nas farmácias determina que a norma passa a ser obrigatória a partir do dia 28 de novembro, portanto, daqui a um mês, e não nesta quinta-feira, 28, como foi informado anteriormente. Segundo, a resolução no Diário Oficial da União foi publicada nesta quinta, e não na última quarta.

O objetivo é controlar a venda desses medicamentos e, com isso, evitar a propagação da superbactéria KPC, que é resistente a antibióticos. De acordo com a resolução, as receitas terão validade de dez dias, a contar da data de emissão. O descumprimento das determinações constitui infração sanitária "sem prejuízo das responsabilidades civil, administrativa e penal cabíveis".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.