Férias exigem atenção para evitar lesões de crianças, diz especialista

Mais da metade das lesões em atividades físicas poderia ser prevenida se pais orientassem filhos

Agência Estado

06 de julho de 2010 | 10h49

SÃO PAULO - Mais da metade das lesões ocorridas durante atividades físicas de crianças e adolescentes poderia ser prevenida se os pais tivessem orientado os filhos de forma adequada.

Durante o período das férias de julho, quando o tempo livre aumenta com a suspensão temporária das aulas e atividades regulares, essa atenção deve ser redobrada, segundo o diretor do Instituto do Joelho do Hospital do Coração (HCor), em São Paulo, Rene Jorge Abdalla.

Para Abdalla, é preciso avaliar o nível de dificuldade de cada esporte para saber se são compatíveis com a idade e o tamanho da criança. "Garanta que ela, ao andar de bicicleta, patins ou skate, sempre utilize roupas adequadas e proteção apropriada, como capacete, joelheiras e cotoveleiras", recomenda.

Outro ponto importante a ser observado pelos pais é se o instrutor responsável por treinar a criança ou o adolescente está capacitado a prestar um serviço de primeiros socorros em caso de acidente. "As crianças devem ter um tempo adequado de intervalo entre as atividades e não continuar a jogar se estiverem machucadas", orienta Abdalla.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.