Reprodução Redes Sociais
Reprodução Redes Sociais

Festa com carrões e som alto causa reclamação em bairro badalado de Bertioga

Festa teria reunido mais de 20 pessoas na residência, no bairro Riviera de São Lourenço; acionada, a Guarda Civil Municipal de Bertioga esteve no local e advertiu os donos do imóvel, mas o evento continuou

José Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo

05 de maio de 2020 | 18h50

SOROCABA – Uma festa de aniversário com som alto, muita gente e carros de luxo, no último domingo (3), causou indignação entre os vizinhos, em um bairro badalado de Bertioga, no litoral do Estado de São Paulo. Os moradores questionaram o evento em plena quarentena estadual pelo coronavírus e a quebra do isolamento social recomendado como proteção contra o vírus. A festa teria reunido mais de 20 pessoas na residência, no bairro Riviera de São Lourenço. Acionada, a Guarda Civil Municipal de Bertioga esteve no local e advertiu os donos do imóvel, mas o evento continuou.

Fotos dos carrões – Porsches e Ferraris de vários modelos – parados em frente ao imóvel ganharam as redes sociais e causaram repercussão. “Festa com Ferraris, Porsches e Lamborghinis. Ostentação sem noção”, postou um internauta. “Mais de 30 pessoas sem máscara durante a quarentena em Riviera. E o isolamento?”, perguntou outro. “Vêm, fazem festa, vão embora, depois sobra a covid-19 para o povo de Bertioga. Inúteis”, diz outra postagem. Houve quem defendesse os festeiros. “É isso aí, vivendo a vida, cada um que cuide da sua”, escreveu uma internauta.  

A prefeitura de Bertioga informou em nota a GCM foi acionada por volta das 14h30 para atender a uma denúncia de perturbação do sossego e se dirigiu à residência apontada pelo denunciante. Chegando ao local, a equipe constatou o som alto e pediu que os moradores baixassem o volume. Segundo a nota, os agentes cumpriram o papel de orientar as pessoas sobre as medidas de isolamento social devido ao coronavírus.

A prefeitura disse ainda ter realizado bloqueios no acesso ao bairro para orientar sobre as medidas de controle da pandemia. Um decreto em vigor desde o dia 1.o torna obrigatório o uso de máscaras em locais públicos e no interior de estabelecimentos comerciais. A cidade tem 10 casos positivos de coronavírus, investiga outros 15 e já registra um óbito confirmado.

A empresa que administra o Riviera de São Lourenço informou que, por ser um bairro de livre circulação de moradores e turistas, o controle e fiscalização de vias e eventuais eventos são de responsabilidade da prefeitura. Conforme a empresa, o empreendimento segue as determinações do governo estadual e do Ministério da Saúde, mantendo colaboradores e residentes informados sobre como se proteger da pandemia.

Tudo o que sabemos sobre:
Bertioga [SP]coronavírus

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.