Tiago Queiroz/Estadão
Tiago Queiroz/Estadão

Fila de carros marca início de vacinação contra covid-19 em drive-thru na capital paulista

Pacaembu, Arena Corinthians e Autódromo de Interlagos estão entre os pontos para imunizar pessoas com mais de 90 anos; idosos com mais de 85 serão imunizados a partir do dia 15

Paula Felix e Tiago Queiroz, O Estado de S.Paulo

08 de fevereiro de 2021 | 12h39
Atualizado 08 de fevereiro de 2021 | 18h14

   

SÃO PAULO - Centenas de veículos formaram fila em frente ao estádio do Pacaembu na manhã desta segunda-feira, 8, primeiro dia de funcionamento da vacinação contra a covid-19 pelo formato drive-thru. O foco é nas pessoas com mais de 90 anos, cuja imunização foi antecipada para a última sexta-feira, 5. Metade dessa população já recebeu a vacina.

Secretária na área de saúde, Carolina Coelho Garusi, de 44 anos, mora perto do Pacaembu e esperou na fila por cerca de uma hora. Ela levou a avó Sophia Leite Vicedomini,  de 96 anos, para ser imunizada.

"Foi tranquilo diante de tudo isso que a gente está passando. Minha avó tem 96 anos e dificuldade para se locomover. Foi melhor para ela e para a gente."

Por volta das 11h15, um funcionário informou ao Estadão que quase 1.500 doses já tinham sido aplicadas.

A dentista Margarida Kitahara, de 57 anos, ficou aliviada com a vacinação dos pais. O pai, Tokumi Kitahara, vai completar 95 anos na próxima sexta-feira, 12, e se deu conta de que está há quase um ano sem sair de casa.

"Ele jogava gateball e saía todos os dias. Depois de 13 de março do ano passado, não saiu mais de casa. Mostramos as ruas, como elas estão diferentes. Ele quer fazer as coisas de banco, comprar o remédio para pressão, mas falei que não pode sair ainda. Tem de esperar a segunda dose e tomar todos os cuidados."

No carro também estava a mãe dela, Hiroko Kitahara, de 92 anos. O casal esperou cerca de 40 minutos para receber o imunizante.

"Tinha bastante fila, mas era bem organizada. Já tinha feito o pré-cadastro no site. Se fosse no posto, eles teriam de andar e, se tivesse fila, esperar. Foi tranquilo."

Margarida diz que, desde o início da pandemia, ela e os irmãos têm se revezado para ajudá-los e garantir que eles não precisassem sair de casa.

"Moram só os dois.  Somos sete irmãos e levamos as coisas do supermercado, deixando no elevador para não ter contato. Os encontros eram só virtuais."

Segundo o prefeito Bruno Covas (PSDB), o investimento para essas unidades, que estão reforçando o trabalho de imunização realizado nas 468 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e em quatro Centros Escola da capital, é de R$ 350 mil. A expectativa da gestão municipal é de investir R$ 24,5 milhões para vacinar a população da cidade de São Paulo. 

Os cinco postos de vacinação no sistema drive-thru funcionam das 8h às 17h.

"Nós antecipamos a vacinação das pessoas acima de 90 anos, já que tínhamos as vacinas distribuídas. Na sexta e sábado, mais de 16 mil, o que significa a metade (dos idosos com mais de 90 anos), foram vacinados", diz Covas.

O balanço da Secretaria Municipal da Saúde, divulgado neste domingo, 7, informou que 16.360 idosos com mais de 90 anos já foram vacinados contra a covid-19. O público-alvo dessa etapa da campanha é de 32.837 pessoas.

A partir desta terça-feira, 9, de acordo com o prefeito, está prevista a vacinação dos profissionais de saúde que não estão na linha de frente e têm mais de 60 anos: "São os profissionais que trabalham em consultórios, algo em torno de 80 mil na cidade de São Paulo, que podem se vacinar nas UBSs ou nos cinco drive-thrus."

Para Entender

Coronavírus: veja o que já se sabe sobre a doença

Doença está deixando vítimas na Ásia e já foi diagnosticada em outros continentes; Organização Mundial da Saúde está em alerta para evitar epidemia

A partir da próxima segunda-feira, 15, está prevista a vacinação dos idosos com mais de 85 anos, mas ela pode ser antecipada. O secretário municipal de Saúde de São Paulo, Edson Aparecido informou em entrevista ao Estadão que pretende negociar com o governo do Estado a antecipação da vacinação para os cerca de 70 mil idosos desta faixa etária.

Além do Pacaembu, outros quatro pontos receberam postos nesse modelo: o Estádio Neo Química Arena Corinthians, na zona leste; no portão 9 (KRF) do Autódromo de Interlagos, na zona sul; no Centro de Exposições do Anhembi, pela entrada na rua Olavo Fontoura, portão 38, na zona norte; e na Igreja Boas Novas, na rua Marechal Malet, número 611, na Vila Prudente, na zona leste.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.