Fiocruz aumenta em 560% exportações de vacina

As exportações de vacinas contra febre amarela da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) nos últimos três anos cresceram 560%, colocando o País na posição de maior exportador de vacinas contra febre amarela do mundo. Em 2002 a produção era de 5 milhões de doses enquanto a previsão para este ano já chega a 28 milhões de doses. Segundo informações da Agência Brasil, a gerente do Departamento de Relação com o Mercado da Fiocruz, Cristiane Frensch Pereira, destacou que a fundação exporta o produto desde 1986 e, a partir de 2002, intensificou as vendas, com a pré-qualificação pela Organização Mundial da Saúde (OMS) do laboratório Biomanguinhos. A gerente revelou que o laboratório da fundação tem capacidade para produzir 38 milhões de doses de vacinas contra a febre amarela por ano. Ontem, um lote de 4,5 milhões de doses foi despachado para o Peru, onde o governo realiza campanha de imunização contra a febre amarela. A Fiocruz exporta vacinas contra febre amarela para mais 53 países, principalmente da África e América Latina.

Agencia Estado,

14 de março de 2006 | 10h00

Tudo o que sabemos sobre:
notícia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.