Miguel Medina/AFP
Miguel Medina/AFP

Fiocruz deve entregar novos lotes de AstraZeneca nesta terça; Saúde não detalha distribuição

Governo federal ainda não disse quando as vacinas devem chegar às unidades da federação e nem quais Estados devem receber as novas remessas

Mariana Hallal, O Estado de S.Paulo

13 de setembro de 2021 | 17h03

Depois de interromper temporariamente a entrega de novas doses da vacina da AstraZeneca por falta de insumos, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) volta a distribuir o imunizante ao Ministério da Saúde. O primeiro lote está passando pelo controle de qualidade e deve ser entregue nesta terça-feira, 14.

O atraso gerou desabastecimento de vacinas em alguns Estados. Na cidade de São Paulo, os estoques de AstraZeneca acabaram na última sexta-feira. Para não evitar mais atrasos na imunização, o governo do Estado autorizou a adoção do esquema heterólogo e aplica a segunda dose da Pfizer em quem recebeu a primeira de AstraZeneca.

De acordo com Regiane de Paula, coordenadora do Programa Estadual de Imunização, pelo menos 1 milhão de pessoas no Estado de São Paulo foram afetadas pelo atraso na entrega dos imunizantes até a última sexta-feira, 10.  

Questionado, o Ministério da Saúde não detalhou quantas doses irá receber e nem para quais Estados distribuirá as vacinas. A pasta também não disse quando as vacinas irão chegar às unidades da federação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.