Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo

Flexibilização das restrições: veja o que muda no Estado de São Paulo

Governo anunciou antecipação do calendário de vacinação e redução das restrições

Redação, O Estado de S.Paulo

28 de julho de 2021 | 19h25

Com indicadores da pandemia de covid-19 em queda no Estado de São Paulo, o governador João Doria anunciou o que ele chamou de "retomada segura", um conjunto de medidas que flexibilizam as restrições impostas para o controle do contágio do novo coronavírus. 

Apesar da chegada da variante Delta ao País, a flexibilização deve ampliar horários de funcionamento dos estabelecimentos comerciais e prevê o fim do toque de restrição em todo o Estado.

As medidas foram tomadas por conta da recente queda nos casos, internações e mortes em todo o Estado e pelo avanço da vacinação.

Veja as principais mudanças:  

O que é a 'retomada segura'?

É uma fase de transição com flexibilizações nas restrições impostas pelo governo do Estado de São Paulo para evitar o contágio acelerado da covid-19. 

Quando a flexibilização entre em vigor?

A retomada segura passa a valer no dia 1º de agosto.

Qual será o horário de fechamento dos estabelecimentos?

O novo horário de fechamento dos estabelecimentos comerciais passará de 23h para 0h.

Qual será o limite de ocupação dos estabelecimentos?

O novo limite de ocupação dos estabelecimentos comerciais passará de 60% para 80%.

Quando as restrições de horário e ocupação será encerrada?

A previsão do governo do Estado de São Paulo é que a partir de 17 de agosto os estabelecimentos comerciais possam atuar sem restrições de horário e com 100% do limite de ocupação, desde que respeitado o distanciamento mínimo de 1 metro entre as pessoas.

Aglomerações serão liberadas?

Não. Por enquanto, o governo do Estado de São Paulo segue recomendando que se evite aglomerações; festas e grandes eventos continuam proibidos.

O uso de máscara continua obrigatório?

Sim. As máscaras devem continuar sendo usadas em público em todo o Estado de São Paulo.

Eventos esportivos voltarão a ter público?

Por enquanto, não há previsão de volta do público às arquibancadas de eventos esportivos.

Os horários de entrada de trabalhadores continua sendo escalonado?

O governo do Estado mantém a recomendação de escalonamento de horários para entrada e saída de trabalhadores dos setores de comércio, serviços e indústrias.

Qual é a situação da pandemia no Estado de São Paulo hoje?

O Estado de São Paulo vem registrando queda de novas internações por covid-19 graças ao avanço da vacinação. A média de novas hospitalizações entre 15 e 21 de julho foi 1.403, a menor desde o início do ano. Apesar da queda, o total de internados ainda é alto e 6.920 pessoas ocupam hoje leitos de UTI. Na última semana, 288 municípios, 44% das cidades do Estado, não registraram nenhuma morte por covid-19. O Estado soma ao todo 3,9 milhões de casos e 135,9 mil óbitos pela doença.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.