EDUARDO VALENTE/ISHOOT/ESTADÃO CONTEÚDO
EDUARDO VALENTE/ISHOOT/ESTADÃO CONTEÚDO

Com avanço da vacinação, Florianópolis não registra mortes por covid há 11 dias

Prefeito atribui cenário ao avanço da vacinação na cidade. Secretário municipal de Saúde acrescenta que o cumprimento de normas sanitárias pela população também tem sido importante

Ítalo Lo Re, O Estado de S.Paulo

15 de julho de 2021 | 21h56
Atualizado 16 de julho de 2021 | 00h04

A cidade de Florianópolis não registra mortes por covid-19 há 11 dias. A informação foi publicada na manhã desta quinta-feira, 15, pelo prefeito da cidade, Gean Loureiro (DEM), e confirmada ao Estadão pelo secretário municipal de Saúde, Carlos Alberto Justo da Silva, que reforçou a ausência de mortes pela doença no município também no período da tarde.

“Uma vacina criada em um ano. Emocionante o quanto a humanidade pode se superar e construir coisas incríveis quando trabalha em conjunto”, comemorou o prefeito em publicação nas redes sociais. Florianópolis não registra mortes por covid-19 desde o dia 4 de julho.

Para o secretário de Saúde, a vacinação, "sem dúvidas", é um fator fundamental para a melhora do cenário. Porém, segundo ele, há também um outro ponto a ser exaltado: o comprometimento dos moradores de Florianópolis em relação às medidas adotadas. 

“A população continua, na sua grande maioria, respeitando as normas sanitárias, usando máscara e cumprindo os protocolos”, explica. O secretário relata que, no pior momento da pandemia, a capital catarinense chegou a registrar 13 mortes por dia pela covid-19.

Ao todo, Florianópolis tem 1.002 mortes pela covid-19 e 87.232 casos confirmados. Até esta quinta, 55% da população da cidade havia sido vacinada com ao menos uma dose e 22% dos moradores da capital catarinense estavam completamente imunizados.

Já Santa Catarina era até quarta-feira, 14, o 6º Estado que, proporcionalmente, mais aplicou ao menos a primeira dose, com 43,32% da população parcialmente imunizada, e o 9º que mais administrou segundas doses ou doses únicas, com 14,73% da população com imunização completa.

Pandemia no Brasil

O Brasil registrou 1.552 novas mortes pela covid-19 nesta quinta-feira, 15, e somou mais 52.720 casos da doença nas últimas 24 horas. Ao todo, já são 539.050 mortes e 19.261.741 diagnósticos positivos do coronavírus no País, apontam dados do consórcio de veículos de imprensa. 

A média móvel de vítimas dos últimos sete dias, que tem o objetivo de eliminar distorções entre dias úteis e finais de semana, agora é de 1.244. Na véspera, o índice havia ficado em 1.270.

Segundo o Imperial College, de Londres, a taxa de transmissão de covid-19 no Brasil caiu para 0,88 na semana passada e chegou ao seu menor índice desde novembro de 2020, quando o número era de 0,68. Porém, ainda com o cenário de melhora, os índices seguem altos.

Em relação à vacinação, o Brasil chegou nesta quinta ao número de 87.060.421 vacinados com ao menos uma dose contra a covid-19, o equivalente a 41,11% da população. Enquanto isso, 32.619.342 pessoas receberam duas doses ou dose única, número que corresponde a 15,40% da população.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.