Fonte de luz de nebulosa ainda é mistério para astrônomos

Nuvem IRAS 05437+2502 envolve uma região de formação de estrelas repleta de poeira escura

estadão.com.br

18 de agosto de 2010 | 17h40

Causa do brilho no pico da "montanha de poeira" ainda é desconhecida. HST/Nasa-ESA

 

Pesquisadores ainda não sabem o que ilumina a nebulosa IRAS 05437+2502, localizada na direção da constelação de Touro. Particularmente misterioso é o "V" invertido que define o pico desta montanha de poeira interestelar.

 

Esta nebulosa envolve uma região de formação de estrelas repleta de poeira escura, e foi detectada pela primeira vez em imagens feitas pelo satélite IRAS, em 1983, usando luz infravermelha.

 

A imagem acima foi feita pelo Telescópio Espacial Hubble e é muito mais detalhada, mas ainda assim não foi capaz de revelar a causa do arco brilhante.

Tudo o que sabemos sobre:
astronomianasahubble

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.