Prefeitura de Fortaleza
Prefeitura de Fortaleza

Fortaleza avança à fase 2 do plano; restaurantes e igrejas voltam a funcionar

Região Metropolitana entra na primeira fase, Juazeiro do Norte entra em lockdown e Sobral permanece em isolamento social rígido; restante do Ceará continua em fase de transição

Lôrrane Mendonça, Especial para o Estado, O Estado de S.Paulo

20 de junho de 2020 | 15h55

FORTALEZA - Após 14 dias do início da volta gradual do comércio em Fortaleza, a capital cearense entra na fase 2 do plano de retomada da economia do governo estadual. Além das atividades que já estão permitidas, restaurantes e igrejas voltam a funcionar com restrições.

O governador Camilo Santana (PT) anunciou em transmissão ao vivo nas redes sociais, neste sábado, 20, o avanço das atividades, mas prorrogou o isolamento social na capital cearense por mais sete dias. "Nós não voltamos à normalidade, a pandemia continua. Todas as decisões são baseadas em critérios técnicos da saúde. (...) estamos voltando de forma gradual, responsável, sustentável e isso depende muito do comportamento de cada um dos nossos irmãos cearenses", reforça Camilo.

A Região Metropolitana de Fortaleza estava em fase de testes e, a partir da próxima segunda-feira, 22, avança à primeira fase da reabertura.

Restaurantes e igrejas

A partir de segunda-feira, 22, os restaurantes passam a funcionar com horário restrito, de 9h às 16h, com 40% dos funcionários; os estabelecimentos devem obedecer os critérios de biossegurança, como distanciamento das mesas e disponibilização de pontos fixos para higienização das mãos com álcool em gel ou água e sabão. As celebrações terão capacidade restrita a 20% dentro das igrejas.

Plano de retomada

O plano de retomada das atividades econômicas no Ceará começou em 1° de junho. Fortaleza foi a primeira cidade cearense que deu início às atividades antes consideradas não essenciais. A taxa de contaminação do coronavírus, levando em conta número de casos confirmados e óbitos, é o parâmetro para a liberação de cada município, que estão em fases diferentes no planejamento do governo.

Cada fase do protocolo tem duração de 14 dias, além da fase de transição, que ocorreu entre 1º e 7 de junho. Além de restaurantes e igrejas, voltam a funcionar também, a partir de segunda-feira, 22, as agências de comunicação; escritórios de contabilidade, direito e de apoio administrativo; assistência social e atividades de esporte e lazer, especificamente para aluguel de equipamentos.

A próxima fase tem previsão para início no dia 6 de julho, quando completa-se o funcionamento das cadeias produtivas reabertas nas fases anteriores, com abertura completa inclusive de shoppings. 

 

Lockdown no interior

Apesar da diminuição de casos confirmados da covid-19 na capital e algumas cidades do interior, Camilo Santana demonstra preocupação com Juazeiro do Norte, na região do Cariri, e Sobral, na região Norte do estado. Por isso, a partir de segunda-feira, Juazeiro entra em lockdown e Sobral, continua com isolamento social rígido, apesar da queda no número de casos.

"Sobral é a maior cidade da região Norte e vai continuar em ações mais restritivas, com isolamento social rígido por mais uma semana. Melhorou muito a situação por lá, mas, por questões de segurança, é importante manter as restrições. Na região do Cariri, há um crescimento dos casos, principalmente em Juazeiro, que é a maior cidade da região. Portanto, vamos fazer ações mais restritivas, inclusive com barreiras sanitárias nas divisas com outros municípios", explica o chefe do executivo cearense.   

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.