William Rafti/William Rafti Institute/Reprodução
William Rafti/William Rafti Institute/Reprodução

Fumantes nos EUA começam a plantar tabaco em casa

Empurrados principalmente pelo crescente preço do fumo, americanos adotam o 'faça-você-mesmo'

Associated Press,

20 Agosto 2009 | 15h13

Algo de incomum está brotando junto aos tomates da horta doméstica de Scott Byars: enormes folhas de 30 plantas de tabaco.

 

link 91% das multas antifumo foram aplicadas nos 3 primeiros dias

link Obama promulga nova lei regulamentando cigarros e tabaco

link OMS divulga riscos do tabaco como medida contra pandemia

link Advertência em maço de cigarro afeta 48% dos fumantes

especial Atlas do tabaco

 

Empurrado principalmente pelo crescente preço do fumo, ele parte do número cada vez maior de fumantes que passou a cultivar tabaco e a fazer a mistura dos próprios cigarros, charutos e fumo de mascar. Byars costumava pagar US$ 5 por um pacote de cinco charutos e US$ 3 por uma lata de rapé. A semente custa US$ 9.

 

"Quero chegar ao ponto onde não preciso ir à loja para comprar tabaco, mas ainda assim ser capaz de me suprir de um ano para outro", disse ele.

 

Em áreas urbanas e rurais, fumantes e consumidores de tabaco sem fumaça - rapé e fumo de mascar - estão plantando variedades da planta como Virginia Gold, Goose Creek Red e Yellow Twist Bud.

 

Embora a maior parte dos consumidores ainda compre da grande indústria, o movimento do tabaco feito em casa está decolando, principalmente depois que o imposto sobre o cigarro subiu US$ 0,62. Além disso, a indústria aumentou preços para com,pensar a perda de receita resultante da perda de consumidores.

 

Alguns vendedores de sementes informa um aumento de 10 vezes nas vendas, à medida que os fumantes dos Estados Unidos procuram um meio mais barato de conseguir a dose de nicotina em meio à economia em recessão.

 

"Os fumantes de cigarro dizem, 'Tá, vamos morrer de câncer, mas temos de morrer na pobreza, também?'", disse Jack Basharan, que trabalha na Tobacco Seed Co. Ltd. , uma empresa britânica que viu um aumento de vendas para os Estados Unidos.

 

Se o tabaco doméstico não for vendido ou trocado, ele fica fora da regulamentação da vigilância sanitária americana. A maioria dos novos agricultores de tabaco produz cigarros, mas alguns fazem misturas para charutos ou fumo de mascar.

 

Mas plantar e processar o tabaco em casa é um desafio até para os melhores jardineiros. As sementes, quase microscópicas, precisam começar a se desenvolver num ambiente fechado e só depois transplantadas, depois que a ameaça de geada passar.

 

Além disso, a planta é suscetível a um exército de pragas; precisam ser podadas; requerem rodízio do solo a cada poucos anos; e exigem um equilíbrio químico apropriado no solo. Depois, as folhas têm de ser cortadas e postas para secar.

 

Uma semente plantada na primavera talvez esteja pronta para fumar no outono. Alguns fumantes ansiosos estão usando micro-ondas para apressar a secagem das folhas. para os puristas, as folhas podem ser curadas, ou envelhecidas, por até três anos.

 

"Na verdade, dá um bocado de trabalho", disse Ed Baker, gerente-geral da Cross Creek Seed Inc., principal fornecedora de sementes de tabaco nos Estados Unidos. "Há um motivo para as fábricas de cigarro ganharem tanto dinheiro. Se  fosse tão fácil, todo mundo plantaria seu próprio tabaco".

Mais conteúdo sobre:
fumotabacocigarro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.