Fungo potencialmente letal espalha-se por EUA e Canadá

O fungo, Cryptococcus gattii, geralmente só infecta pessoas com o sistema imunológico reduzido

Reuters

22 Abril 2010 | 19h46

Um fungo potencialmente letal está se disseminando entre animais e seres humanos no noroeste dos Estados Unidos e na província canadense de Columbia Britânica, informam pesquisadores.

 

O fungo, que se espalha pelo ar e é chamado Cryptococcus gattii, geralmente só infecta pessoas com o sistema imunológico reduzido, como pacientes de transplantes e portadores de HIV. Mas a nova variedade é geneticamente diferente, dizem os cientistas.

 

"Este novo fungo preocupa porque parece ser uma ameaça para pessoas, de resto, saudáveis", disse Edmond Byrnes da Universidade Duke.

 

"As descobertas apresentadas aqui documentam o fato de que o surto de C. gattii  no oeste da América do Norte continua a se expandir pela região temperada", os pesquisadores afirmam em seu relatório, publicado online no periódico PLoS Pathogens, no endereço

http://dx.plos.org/10.1371/journal.ppat.1000850.

"Nossas descobertas sugerem que expansão futura em regiões vizinhas é provável e têm por objetivo conscientizar sobre a doença nessa região".

 

A nova cepa parece ser anormalmente letal, com uma taxa de mortalidade de cerca de 25% nos 21 casos analisados nos Estados Unidos.

 

O fungo pode causar sintomas em pessoas e animais até duas semanas após a exposição. Entre eles há tosse que dura semanas, dor aguda no peito, falta de ar, dor de cabeça, febre, suores noturnos e perda de peso.

 

O congelamento mata o fungo, e a mudança climática pode estar auxiliando sua disseminação.

Mais conteúdo sobre:
fungo Cryptococcus gattii aids eua canadá

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.