Gêmeas siamesas se recuperam após separação em SP

Segundo boletim do hospital, as gêmeas continuam na Unidade de Cuidados Intensivos; operação durou 11 h

Solange Spigliatti, Central de Notícias

08 Dezembro 2010 | 16h21

As gêmeas siamesas Kauany e Keroly, de 10 meses, se recuperam bem da cirurgia de separação, realizada no último dia 29, no Instituto da Criança do Hospital das Clínicas, em São Paulo.

 

Segundo boletim do hospital, as gêmeas continuam na Unidade de Cuidados Intensivos e apresentam expressiva melhora, com perspectiva de retirada do aparelho de ventilação mecânica da paciente Kauany, ainda na tarde desta quarta-feira, 8.

 

As duas foram transferidas da UTI para o quarto no último domingo, 5, e seu quadro permanece estável, necessitando ainda de cuidados médicos, segundo o boletim.

 

As irmãs chegaram ao Instituto da Criança no dia 18 de novembro e o procedimento da separação transcorreu dentro do que havia sido previsto pela equipe médica. Teve início às 8 horas e durou cerca de 11 horas.

 

Durante a operação, os médicos separaram a membrana que envolvia os corações das meninas, separaram o fígado, o intestino grosso, aparelhos urinários e os órgãos reprodutores das duas. Por último foi separada a parte óssea e muscular.

Mais conteúdo sobre:
gêmeas siamesas

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.