Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Rede social
Rede social

Gêmeos morrem de covid com apenas seis dias de diferença no Rio

Fábio e Felipe Cuiabano eram gêmeos univitelinos e foram internados com apenas um dia de diferença

Marcio Dolzan, O Estado de S. Paulo

15 de fevereiro de 2021 | 15h57

   

RIO - O advogado Felipe Cuiabano Barbosa, de 56 anos, morreu nesse domingo, 14, vítima da covid-19. Ele estava internado em uma clínica na zona sul do Rio desde 24 de dezembro do ano passado. A morte de Barbosa aconteceu seis dias após a morte de seu irmão gêmeo, o dermatologista Fábio Cuiabano, que também estava com a doença.

Fábio e Felipe Cuiabano eram gêmeos univitelinos. Além de ambos morrerem em virtude da doença provocada pelo novo coronavírus, outro detalhe que chamou a atenção é que eles precisaram ser internados com apenas um dia de diferença.

Vacinação será suspensa no Rio

A cidade do Rio de Janeiro interromperá sua campanha de vacinação contra a covid-19 por falta de imunizantes. A informação foi confirmada no início da manhã desta segunda-feira, 15, pelo prefeito Eduardo Paes (DEM), que no sábado chegou a dizer que "tinha expectativa" de receber um novo lote em até 48 horas.

Para Entender

Coronavírus: veja o que já se sabe sobre a doença

Doença está deixando vítimas na Ásia e já foi diagnosticada em outros continentes; Organização Mundial da Saúde está em alerta para evitar epidemia

Além do Rio, outras cidades da região metropolitana e da baixada fluminense também já anunciaram que possuem doses suficientes para prosseguir com a vacinação por apenas mais alguns dias. 

Uma alternativa que está sendo estudada é utilizar o imunizante reservado para a segunda dose de quem já se vacinou, mas isso dependerá da garantia de que um novo lote seja entregue até a primeira semana de março.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.