Genebra proíbe fumo em locais públicos

Para quem violar a norma, estão previstas multas de até R$ 1.515

Efe

01 de julho de 2008 | 20h40

A lei que proíbe fumar em lugares públicos de Genebra entrou nesta terça-feira, 1, em vigor para cerca de 4 mil restaurantes, bares, estabelecimentos comerciais e, em geral, para todas as dependências da Administração estatal, que não terão a possibilidade de criar áreas para fumantes. Para as pessoas que violarem a norma, estão previstas multas que vão de 100 a 1.000 francos (R$ 151 a 1.515), enquanto, para estabelecimentos infratores, podem alcançar os 10.000 francos (R$ 15 mil). Os legisladores aceitaram certas exceções, que regem nos quartos de hotéis e outros tipos de alojamentos, unidades de centros de detenção, quartos individuais de hospitais e clínicas, e os pontos de venda de cigarro que tenham uma área separada de degustação. O Aeroporto Internacional de Genebra contará com uma área de fumantes nas zonas de passagem. A proibição de fumar em lugares públicos no cantão de Genebra foi aprovada em plebiscito por 80% dos eleitores. Os opositores a esta restrição formaram a associação "Dissidentes de Genebra", que pede a instalação de espaços separados para os fumantes nos lugares públicos.

Tudo o que sabemos sobre:
tabagismosaúdeGenebra

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.