Valter Campanato/Agência Brasil/Divulgação
Valter Campanato/Agência Brasil/Divulgação

AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Governador da Bahia segue São Paulo e antecipa feriados em Salvador e mais oito municípios

Salvador, Feira de Santana, Itabuna, Ilhéus, Jequié, Lauro de Freitas, Candeias, Ipiaú e Camaçari terão feriados antecipados para tentar conter transmissão do coronavírus

Redação, O Estado de S.Paulo

22 de maio de 2020 | 17h15

O governador da Bahia, Rui Costa, anunciou na tarde desta sexta-feira, em conjunto com prefeitos de 9 cidades baianas, a antecipação de feriados estaduais e municipais para a próxima semana. O objetivo é diminuir a circulação de pessoas e, consequentemente, a transmissão do coronavírus. Entre a segunda (25) e sexta-feira (29), será feriado em Salvador, Feira de Santana, Itabuna, Ilhéus, Jequié, Lauro de Freitas, Candeias, Ipiaú e Camaçari. A decisão foi anunciada ao vivo pelas redes sociais em videoconferência com os gestores municipais.

Os feriados estaduais de São João (24/06) e da Independência da Bahia (02/07) serão antecipados, respectivamente, para segunda (25) e terça-feira (26). Em Salvador, o feriado municipal em comemoração à padroeira da capital baiana, Nossa Senhora da Conceição da Praia, será antecipado de 8 de dezembro para a próxima quarta-feira, dia 27 de maio. Para os dias 28 e 29 de maio (quinta e sexta-feira), o Governo do Estado e a Prefeitura de Salvador publicarão decreto, simultaneamente, com a suspensão dos serviços não essenciais e serão permitidos apenas o funcionamento das agências bancárias, farmácias, supermercados e outros serviços relacionados a saúde. Desta forma, serão cinco dias de feriado em Salvador.

A decisão de antecipar feriados já havia acontecido em São Paulo, onde os feriados de Corpus Christi e Consciência Negra foram antecipados para quarta (dia 20) e quinta (21) e o feriado de 9 de julho para a segunda (25).

"Ontem, em reunião com o prefeito de Salvador, secretários de Saúde do estado e do município, fizemos várias projeções conjuntas e chegamos à conclusão de que precisaríamos de uma iniciativa mais forte. Hoje nós queremos anunciar que, em Salvador e mais oito municípios da Bahia, estaremos conjuntamente com a medida de interromper serviços não essenciais de segunda a sexta-feira da semana que vem para garantir, portanto, uma queda na taxa de contaminação. Esse não funcionamento ocorrerá com antecipação dos feriados, seguindo o que o estado de São Paulo fez”, afirmou Rui Costa, por meio de transmissão pelas redes sociais.

A medida pode se estender para outros municípios da Bahia. Rui Costa explicou porque a decisão incluiu até agora em Salvador, Feira de Santana, Itabuna, Ilhéus, Jequié, Lauro de Freitas, Candeias, Ipiaú e Camaçari.

“Foram municípios que têm mais de 100 casos confirmados. Isso não significa que outros municípios ou prefeitos que queiram aderir a essa medida se entende que seu município está também com taxa alta, apesar de menos de 100, poderá aderir”, disse Rui Costa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.