AP Photo/Alan Diaz
AP Photo/Alan Diaz

Governador da Flórida declara que Miami Beach está livre da zika

Região era o último foco de transmissão da doença. Até hoje 1.244 pessoas foram contagiadas pelo vírus na Flórida; desses, 249 são casos autóctones

O Estado de S.Paulo

09 Dezembro 2016 | 15h47

O governador da Flórida, Rick Scott, declarou nesta sexta-feira, 9, livre do vírus da zika o último foco de transmissão, localizado em Miami Beach.

Em entrevista coletiva realizada em um hotel de Miami Beach, Scott declarou livre de zika uma zona de South Beach, de 3,8 km², que compreende o distrito Art Deco e a Lincoln Road.

Esta zona de Miami Beach era o último foco de zika autóctone que estava ativo desde que as autoridades sanitárias identificaram o primeiro em nível nacional no bairro artístico de Wynwood, em julho passado.

Desde então, o Estado da Flórida tinha declarado livre de zika todas as zonas ativas, com exceção da citada em South Beach, que foi identificada em agosto.

 

 

Um foco de transmissão é declarado livre da doença quando não são registrados novos casos em pelo menos 45 dias.

Em 2 de dezembro, Little River, no norte de Miami, foi a terceira zona no condado de Miami-Dade a ficar livre do foco.

Até hoje 1.244 pessoas foram contagiadas pelo vírus da zika na Flórida. Um total de 249 são casos autóctones, 980 relacionados com viagens para zonas de risco no exterior e 185 correspondem a mulheres grávidas. /EFE

Mais conteúdo sobre:
Flórida Deco Miami

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.