Alan Santos/PR
Alan Santos/PR

Governador do Amapá prorroga lockdown no Estado por mais 5 dias

Isolamento total foi decretado em 19 de maio e segue até dia 2 de junho; Waldez Góes afirmou que o governo já prevê uma plano de flexibilização das restrições

Ludimila Honorato, O Estado de S.Paulo

28 de maio de 2020 | 23h15

SÃO PAULO - O governador do AmapáWaldez Góes (PDT), estendeu por mais cinco dias o lockdown (isolamento total) vigente no Estado desde 19 de maio, anunciou ele em uma rede social na noite desta quinta-feira, 28. Dessa forma, a população continua com a determinação de permanecer em casa e se deslocar pelas ruas apenas em caso de necessidade dos serviços essenciais. Góes acrescentou que o governo já prevê um plano de flexibilização, que vai depender do resultado final das medidas restritivas.

A decisão de estender o isolamento total no Estado veio após "muitas reuniões" com órgãos de controle, como o Ministério Público Federal, o Ministério Público Estadual e o Poder Judiciário, além de discussões com os prefeitos de todas as cidades. Góes mencionou também que a extensão é uma "recomendação da equipe epidemiológica, médica, científica para não perdermos o que nós conquistamos nesses dez dias em resultado em termos de saúde pública".

"Avaliando os resultados desses dez dias de lockdown, principalmente os bons frutos colhidos, a gente quer agradecer muito à população do Estado a adesão a este isolamento mais rígido socialmente, que significa salvar muitas vidas", afirmou o governador. Dados do Ministério da Saúde divulgados nesta quinta-feira mostram que o Amapá é o 14º Estado com mais casos do novo coronavírus no País, com 8.152 casos e 198 mortes.

O lockdown em todo o Amapá segue, assim, até terça-feira, 2, mas Góes afirmou que há perspectiva de apresentar um plano de flexibilização dessas medidas de distanciamento social. "[Apresentar] um plano, uma perspectiva, dependendo da avaliação final deste resultado, de iniciarmos alguma flexibilização a partir da sexta-feira, dia 5, para que a gente comece aos poucos a voltar à normalidade no Estado do Amapá", disse.

O governador reforçou que a prorrogação, que vai totalizar 15 dias de lockdown, foi recomendada pelos profissionais da área de vigilância em saúde e de assistência em saúde. "Então, é uma questão técnica, muito bem embasada com esses pareceres que nós recebemos e que nós temos sempre nos pautado para tomar decisão em relaçaão à política de saúde pública durante a pandemia", afirmou.

Tudo o que sabemos sobre:
Waldez Góescoronavírus

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.