Wilton Junior/Estadão
Wilton Junior/Estadão

Governador do Rio se desculpa por festa em meio a feriadão contra covid-19

Em vídeo, o governador diz que reuniu 'meus familiares, pessoas que já convivem comigo diariamente', mas que 'realmente alguns amigos acabaram aparecendo'

Fábio Grellet, O Estado de S.Paulo

29 de março de 2021 | 21h52

RIO - O governador em exercício do Rio de Janeiro, Cláudio Castro (PSC), divulgou na tarde desta segunda-feira, 29, um vídeo em que pede desculpas pela comemoração que promoveu no final de semana em uma casa em Itaipava, distrito de Petrópolis, na região serrana fluminense. Ele festejou seu aniversário três dias após o início de um super feriadão de dez dias que ele mesmo decretou em todo o Estado para evitar aglomerações e tentar conter a disseminação do coronavírus.

Assista ao vídeo do governador Cláudio Castro

“Neste domingo, 28, me reuni com familiares para um almoço de aniversário. Reconheço que foi um erro e, por isso, gostaria de pedir desculpas a todo cidadão fluminense que se sentiu ofendido em meio a esse período de restrições que estamos vivendo”, diz texto que acompanha o vídeo. 

Na gravação, o governador diz que reuniu ”meus familiares, pessoas que já convivem comigo diariamente”, mas que “realmente alguns amigos acabaram aparecendo”. “Queria pedir desculpas, queria reconhecer o erro aqui e pedir desculpas pra toda a população fluminense”, afirmou Castro, que completa 42 anos nesta segunda-feira. O governador afirmou ainda que está empenhado no combate à covid-19. 

Na sexta-feira, 26, começou um período de dez dias em que há restrições de circulação e funcionamento de estabelecimentos comerciais em todo o Estado, para tentar evitar a disseminação do coronavírus. Está proibida a permanência nas praias, e há restrições para o comércio e outras atividades.

A covid-19 já matou 36.149 pessoas no Estado do Rio desde o início da pandemia, segundo boletim divulgado na tarde desta segunda-feira pela secretaria estadual de Saúde. O Estado registra 641.254 casos da doença.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.