Divulgação
Divulgação

Governo aprova U$ 22 milhões para reconstruir base na Antártida

Incêndio destruiu 70% do complexo destinado a pesquisas sobre mudanças climáticas

Efe,

08 de março de 2012 | 15h19

 O governo aprovou uma verba de R$ 40 milhões de reais (cerca de U$ 22 milhões de dólares) para a reconstrução da base de pesquisas na Antártida, destruída por um incêndio no fim do mês passado.

A liberação dos recursos foi publicada nesta quinta-feira, 8, no Diário Oficial da União e tem como objetivo reconstruir as instalações afetadas por um incêndio no dia 25.

A chamas começaram na sala de máquinas da Estação Antártica Comandante Ferraz, na ilha do Rei Jorge, a 130 quilômetros do continente.

O incêndio acabou com 70% do complexo de 2.600 metros quadrados, incluindo o edifício principal e alguns laboratórios e deixou dois militares mortos.

No momento havia cerca de 60 pessoas na estação, entre militares e cientistas. A base começou a operar em 1984 e destina-se à investigação científica sobre mudanças climáticas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.