Werther Santana/Estadão
Werther Santana/Estadão

SP anuncia vacinação em grávidas, puérperas e adultos com comorbidades

Grupo começa a ser imunizado a partir da próxima terça-feira, 11

João Ker, O Estado de S.Paulo

05 de maio de 2021 | 12h43

O governo de São Paulo anunciou em coletiva de imprensa na tarde desta quarta-feira, 5, a vacinação contra o coronavírus para grávidas com comorbidades e puérperas, a partir dos 18 anos, e adultos com comorbidades ou deficiência permanente entre 55 e 59 anos. 

Gestantes com comorbidades e puérperas acima dos 18 anos começam a ser imunizadas a partir da próxima terça-feira, 11, assim como pessoas de 55 a 59 anos que tenham deficiência permanente. Na mesma data, o  Estado inicia a imunização nos trabalhadores metroviários. No dia seguinte, começa a vacinação em adultos de 55 a 59 anos com comorbidades. Ao todo, a nova fase de imunização deve atender 1,325 milhão de pessoas em São Paulo. 

Para compravar a gravidez, as gestantes com comorbidades podem apresentar a carteira de acompanhamento médico, o pré-natal ou o laudo médico. Para puérperas, basta levar a declaração de nascimento da criança. 

Para adultos de 55 a 59 anos e para gestantes acima dos 18 anos que tiverem comorbidades, a condição poderá ser comprovada através da apresentação de exames, receitas, relatórios médicos ou prescrições, assim como o cadastro pré-existentes nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs). Já pessoas que tiverem alguma deficiência permanente precisam apresentar o comprovante do Benefício de Prestação Continuada (BPC).    

Ainda na semana passada, o Instituto Butantan anunciou o início da produção da Butanvac, vacina contra a covid-19 desenvolvida no País com tecnologia de cientistas dos Estados Unidos. Ao mesmo tempo, a imunização em professores de 47 anos ou menos está paralisada em todo o Estado, e sem previsão de ser retomada.

Abaixo, confira as comorbidades definidas pelo Ministério da Saúde e que serão contempladas durante a vacinação em São Paulo:

  • Insuficiência cardíaca
  • Cor-pulmonale e hipertensão pulmonar
  • Cardiopativa hipertensiva
  • Síndromes coronarianas 
  • Valvopatias
  • Miocardiopatias e pericardiopatias
  • Doença da Aorta, dos Grandes Vasos e Fístulas arteriovenosas
  • Arritmias cardíacas
  • Cardiopatias congênitas no adulto
  • Próteses valvares e dispositivos cardíacos implantados
  • Diabetes mellitus
  • Pneumopatias crônicas graves
  • Hipertensão arterial resistente
  • Hipertensão arterial estágio 3
  • Hipertensão estágios 1 e 2 com lesão e órgão alvo
  • Doença cerebrovascular
  • Doença renal crônica
  • Imunossuprimidos
  • Anemia falciforme
  • Obesidade mórbida
  • Cirrose hepática
  • HIV

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.