Dida Sampaio/Estadão
Dida Sampaio/Estadão

Governo do DF vai pagar auxílio a catadores durante pandemia

O governador Ibaneis Rocha (MDB) ainda não confirmou o valor, mas a intenção era de que fosse cerca de R$ 500 por mês

Felipe Frazão, O Estado de S.Paulo

21 de março de 2020 | 23h16

BRASÍLIA - O governo do Distrito Federal decidiu fazer o pagamento de uma espécie de bolsa em auxílio aos catadores de material reciclável que tiveram atividades suspensas durante a pandemia do novo coronavírus. O governador Ibaneis Rocha (MDB) ainda não confirmou o valor, mas a intenção era de que fosse cerca de R$ 500 por mês, equivalente a quase meio salário mínimo (R$ 1.045), pagos por meio do Banco de Brasília (BRB).

O governador acerta os últimos detalhes de um decreto que regulamenta o pagamento e pode sair de forma extraordinária entre este domingo, dia 21, e segunda-feira, dia 22.

O pagamento vai perdurar enquanto a pandemia da covid-19 impeça que os catadores voltem ao trabalho. O governo mandou suspender a coleta seletiva por causa do risco de contágio aos trabalhadores e acertou com associações o pagamento como compensação.

Para Entender

Coronavírus: veja o que já se sabe sobre a doença

Doença está deixando vítimas na Ásia e já foi diagnosticada em outros continentes; Organização Mundial da Saúde está em alerta para evitar epidemia

No início do surto, o lixo domiciliar recolhido de pacientes infectados era tratado como hospitalar, mas com o aumento dos casos a logística ficou inviabilizada. Ao todo, o Distrito Federal contabilizou na noite deste sábado, dia 20, 112 casos confirmados, com quatro pacientes internados e nenhuma morte.  São 3.293 casos tratados como suspeitos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.