Andreas Gebert/Reuters
Andreas Gebert/Reuters

Governo do Rio anuncia que vai comprar 5 milhões de doses de vacina contra covid-19 

Governador em exercício, Cláudio Castro (PSC), quer priorizar o fabricante que puder entregar mais rapidamente as doses

Fábio Grellet, O Estado de S.Paulo

14 de março de 2021 | 09h44

RIO - O governo do Estado do Rio decidiu comprar 5 milhões de doses de vacina contra a covid-19, em um gasto estimado de até R$ 300 milhões. Mas a negociação não foi concluída e, por enquanto, nem a marca do imunizante foi definida - o governador em exercício, Cláudio Castro (PSC), quer priorizar o fabricante que puder entregar mais rapidamente as doses.

A intenção de compra foi confirmada ao Estadão na noite deste sábado, 13, pela assessoria de imprensa do governo do Estado. A negociação será coordenada pelo Comitê Estadual para a aquisição de vacinas, criado na sexta-feira, 12, e composto pelo governador, pelo procurador-geral do Estado, Bruno Teixeira Dubeux, pelo controlador-geral do Estado, Francisco Ricardo Soares, e pelos secretários estaduais de Saúde, Carlos Alberto Chaves, e da Casa Civil, Nicola Moreira Miccione. O decreto que criou esse comitê também autorizou o Estado do Rio a firmar parcerias com municípios e demais entes federativos para a aquisição de vacinas e insumos necessários ao combate à pandemia de Covid-19.

No Twitter, o governador em exercício escreveu, na noite deste sábado: “Vamos ter vacinas! Agradeço toda (sic) população fluminense pela compreensão e colaboração nesse momento que estamos enfrentando. Sabemos que não está sendo fácil, mas tenho certeza que com diálogo, parceria e ajuda de todos, vamos conseguir passar por essa fase!”. Horas antes, Castrou havia publicado: “Fiquei em contato durante toda a manhã com secretários, prefeitos e governadores para tratar da compra de vacinas. Seguimos analisando de perto os números da covid fornecidos pela Secretaria de Saúde, discutimos sobre as medidas preventivas e sabemos que esta hora é de união.”

Aliado do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), Castro vinha dizendo confiar no Plano Nacional de Imunização, iniciativa do Ministério da Saúde. Mas na última sexta-feira, depois que duas leis autorizaram a compra de imunizante pelos Estados, o governador do Rio anunciou que tentaria comprar doses de vacinas, sem a intermediação do governo federal.

Na próxima segunda-feira, 15, o governador deve anunciar mais detalhes sobre a compra dessas doses de vacina.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.