Governo institui cirurgia de mudança de sexo no SUS

Anúncio já havia sido feito pelo ministro da Saúde em junho e foi publicado nesta terça no Diário Oficial

Rosana de Cassia, de O Estado de S. Paulo,

19 de agosto de 2008 | 10h35

O governo instituiu a cirurgia para mudança de sexo no Sistema Único de Saúde (SUS). A portaria do Ministério da Saúde foi publicada nesta terça-feira, 19, no Diário Oficial da União. Os critérios mínimos para o funcionamento, monitoramento e avaliação dos serviços serão definidos pela Secretaria de Atenção à Saúde, do Ministério, e outras áreas vinculadas.  No dia 5 de junho, o ministro da Saúde José Gomes Temporão anunciou que assinaria a portaria incluindo no SUS as cirurgias de mudança de sexo. A informação foi dada quando o ministro chegava em uma Conferência Nacional de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais, que teve a presença do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.  Temporão explicou que como se trata de uma cirurgia complexa e delicada, será realizada, num primeiro momento, em centros de referência existentes no Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais. "A medida obedece a um princípio de humanização e atende a uma demanda social. A portaria será um passo a mais na consolidação desse caminho", assinalou o ministro da Saúde.

Tudo o que sabemos sobre:
saúde públicaSUSmudança de sexo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.