Alexandre Godinho/ AE
Alexandre Godinho/ AE

Governo quer usar navios de cruzeiro como hospital no Rio de Janeiro

O secretário-executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo, disse que os locais podem ser usados, por exemplo, para isolamento, quarentena e atendimento de pacientes de baixa complexidade

Mateus Vargas, O Estado de S.Paulo

16 de março de 2020 | 19h30

BRASÍLIA - O Ministério da Saúde quer usar a estrutura de navios de cruzeiro para o atendimento de pacientes do novo coronavírus

Segundo o secretário-executivo da pasta, João Gabbardo, empresas devem disponibilizar 1 navio com mil quartos e outro com 2 mil. "Não tem contrapartida, até onde sabemos", disse ele nesta segunda-feira, 16.

Gabbardo afirmou que os navios ficariam no Rio de Janeiro. 

O governo bancaria as equipes para atendimento de pacientes. Gabbardo disse que os locais podem ser usados, por exemplo, para isolamento, quarentena e atendimento de pacientes de baixa complexidade. 

Cancelamento de cruzeiros

O governo retirou no sábado, 14, a recomendação de que novos cruzeiros fossem cancelados. Gabbardo afirma que o texto trazia insegurança para embarcações que já estavam no mar. Segundo ele, a ideia é reunir-se com empresas de turismo para chegar a um acordo, mas que novos cruzeiros de turismo não serão iniciados durante a emergência em saúde pelo novo coronavírus. 

Receba no seu email as principais notícias do dia sobre o coronavírus.

Para Entender

Coronavírus: veja o que já se sabe sobre a doença

Doença está deixando vítimas na Ásia e já foi diagnosticada em outros continentes; Organização Mundial da Saúde está em alerta para evitar epidemia

 

Tudo o que sabemos sobre:
Ministério da Saúdecoronavírus

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.