Governo verifica idoneidade de centro que recebeu Eluana

Ministro da Saúde disse que caso não está fechado e que 'não se pode tirar os olhos do que está acontecendo'

Efe,

04 Fevereiro 2009 | 14h40

O ministro da Saúde da Itália, Maurizio Sacconi, anunciou nesta quarta-feira, 4, que foi pedida a verificação da "idoneidade" da clínica La Quiete, em Udine, no nordeste do país, para saber se podem proceder a suspensão da alimentação e hidratação de Eluana Englaro, a italiana de 38 anos em estado vegetativo desde 1992.       Médicos italianos debatem se Eluana vai sofrer Italiana é transferida para hospital onde ocorrerá eutanásia Papa diz que eutanásia é solução falsa para sofrimento Clínica não desligará aparelhos de italiana em estado vegetativo Italiana em coma pode ser transferida para realizar eutanásia Líder de Toscana pede que clínicas façam eutanásia de Eluana Hospitais se negam a fazer eutanásia autorizada na Itália Eutanásia de mulher que vegeta há 17 anos divide Itália   Em declarações a um programa de rádio da RAI, Sacconi disse que, para o Governo, o caso de Eluana não está fechado e que "não se pode tirar os olhos do que está acontecendo".   "Pedimos à região de Friuli-Venezia-Giulia (à qual pertence Udine) informação sobre como está habilitada e que terapias possui a clínica La Quiete, que é uma casa de repouso", disse Sacconi.   Acrescentou que acredita que a hospitalização de Eluana aconteceu só para receber "cuidados médicos".   A italiana está internada desde ontem nesta clínica de Udine, no nordeste da Itália, onde, nos próximos dias, uma equipe de voluntários suspenderá progressivamente a alimentação de Eluana - mas sem retirar a sonda nasogástrica - até a morte, como autorizou a Justiça italiana após o pedido da família.   O Governo de Silvio Berlusconi tentou se opor ao cumprimento da sentença do Tribunal Supremo, que em novembro autorizou o procedimento em Eluana.   O Ministério da Saúde proibiu, em 17 de dezembro do ano passado, que qualquer centro médico público ou privado interrompesse a alimentação de pacientes em estado vegetativo.   La Quiete é uma casa de repouso para idosos financiada pela Prefeitura de Udine, características que lhe permite passar pelo veto do Governo.

Mais conteúdo sobre:
eutanásia Eluana Englaro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.