Reuters
Reuters

Grande Mancha Vermelha de Júpiter está encolhendo

Imagens feitas pelo telescópio Hubble mostram que a característica mais marcante do planeta está diminuindo cerca de mil quilômetros por ano

Reuters

16 Maio 2014 | 19h39

A característica mais marcante de Júpiter - uma mancha vermelha maior do que a Terra - está encolhendo, revelam imagens feitas pelo telescópio Hubble.

A chamada "Grande Mancha Vermelha" é uma violenta tempestade que, no final do século XIX, foi estimada em cerca de 40 mil quilômetros de diâmetro. A sonda espacial Voyager, da Nasa, detectou em observações em 1979 e 1980 que a mancha diminuiu para cerca de 22.500 quilômetros.

Agora, uma nova imagem obtida pelo telescópio Hubble mostra que a mancha vermelha de Júpiter está ainda menor, medindo menos de 16.100 quilômetros de diâmetro. Ela também aparece mais circular.

Cientistas não sabem ao certo por que a mancha vermelha está encolhendo cerca de mil quilômetros por ano.

"Pequenos redemoinhos estão se juntando à tempestade. Eles podem ser responsáveis pela mudança acelerada ao alterar a dinâmica interna da tempestade", disse Amy Simon, astrônoma da Nasa, em um comunicado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.