Greve dos servidores da Saúde do Distrito Federal termina com acordo

Ainda haverá negociação sobre a redução da carga horária e pagamento de verbas rescisórias

Carolina Spillari, do estadão.com.br,

12 Julho 2011 | 16h38

São Paulo, 12 - A greve dos servidores da Saúde do Distrito Federal terminou, anunciou o governo do Estado em nota oficial na tarde desta terça-feira, 12.

Na nota, a Secretaria de Administração Pública explica que restabeleceu o diálogo com o Sindicato dos Empregados em Estabelecimento de Saúde do Distrito Federal (Sindsaúde) e assumiu compromissos com os servidores.

O Sindsaúde confirma o acordo em deve retornar às atividades na quarta-feira, 13, com todo o quadro de funcionários. A greve durou 15 dias.

Entre os pontos acordados está o reajuste do tíquete alimentação para R$ 304,00 a partir de julho de 2011.

Também foi incorporada a Gratificação por Apoio Técnico Administrativo (GATA) de modo escalonado: 40% em setembro de 2011, 50% em setembro de 2012 e 30% em julho de 2013. A partir de janeiro de 2012, o plano de saúde deverá ser implementado.

Outro ponto confirmado pelo governo do Estado foi a conclusão do Projeto de Lei que dispõe sobre a reestruturação da carreira de Assistência Pública à Saúde no mês de setembro de 2011.

Também haverá continuidade do diálogo na Mesa de Negociação para tratar da redução da carga horária e do estudo do pagamento das verbas rescisórias da categoria.

Os dias paralisados deverão ser negociados com a apresentação do calendário de reposição até o dia 15 de julho de 2011.

Mais conteúdo sobre:
greve

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.