Gripe suína faz José Gomes Temporão antecipar volta ao País

Ministro da Saúde participa de congresso de saúde coletiva na Turquia e deveria voltar apenas no domingo

Lígia Fomenti, O Estado de S.Paulo

27 Abril 2009 | 18h28

O ministro da Saúde, José Gomes Temporão, deve antecipar seu retorno ao Brasil por causa da gripe suína, que já matou 149 pessoas no México. O ministro, que desde sábado encontra-se na Turquia para participar de um congresso de saúde coletiva, deveria retornar ao País no domingo. Mas, diante do alerta da Organização Mundial de Saúde (OMS) e para acompanhar melhor as medidas no País, ele remarcou seu retorno para esta terça-feira, 28. O ministro falou por telefone com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva no domingo e nesta segunda.

 

Veja também:

link Atuação da Anvisa no aeroporto do Rio divide opiniões

linkSecretaria investiga 3ª suspeita de gripe suína em MG

documentoConfira o folheto sobre a doença distribuído pela Anvisa

linkMéxico suspende aulas em todo o país; mortes são 149

linkConfirmados dois casos de gripe suína na Escócia

linkGripe suína registrada em cinco Estados dos Estados Unidos

especialEntenda a doença e saiba como ela é transmitida

mais imagens Galeria: Gripe suína

especialO vírus da gripe suína

blog Núcleo da Saúde: a receita contra a gripe

 

Durante a conversa com o presidente no domingo, Temporão teria dito que o Brasil não precisa se preocupar com a doença. Nesta tarde, a OMS elevou para 4 o nível de alerta de risco de pandemia (epidemia generalizada) de gripe suína em uma escala que vai de um 1 a 6, informou a agência japonesa de notícias Kyodo News, citada pela Dow Jones. Segundo a agência, o nível 4 de alerta significa que a OMS confirmou a eclosão de um novo surto de influenza com evidências de aumento das transmissões entre humanos.

Mais conteúdo sobre:
gripe suínaTemporãoBrasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.