Gripe suína: recuperação de Uribe evolui bem, diz médico

Uribe apresentou sintomas como mal-estar geral, tosse, febre e espirros a partir da sexta-feira

AE-AP, Agencia Estado

31 Agosto 2009 | 12h21

Casos de gripe voltam ao normal no hemisfério sul, diz OMSO presidente da Colômbia, Álvaro Uribe, seguia hoje com uma leve tosse e mal-estar, mas seu estado de saúde evoluía bem, informaram seus médicos. "Desde o sábado à noite [o presidente] não voltou a ter febre", relatou Gustavo Aristizabal, epidemiologista e pneumologista da equipe presidencial. "Ele está em bom estado de saúde no momento", ainda que "tenha uma leve tosse e mal-estar geral", continuou o médico, em entrevista por telefone. Ontem foi confirmado por testes que o líder colombiano está com o vírus da Influenza A (H1N1), popularmente conhecida como gripe suína.

Com gripe suína, Uribe governará pela internet

Presidente da Colômbia tem gripe suína, diz governo em Bogotá

Uribe, de 57 anos, permanece em repouso na casa de governo, no centro de Bogotá. "Esperamos que até a quarta-feira já possa estar quase totalmente recuperado", disse Aristizabal. Ele está sendo tratado com Tamiflu desde ontem. A mulher dele, a primeira-dama Lina Moreno, e seus dois filhos, Tomás e Jerónimo, não estão com o vírus, segundo o médico. Ainda não se sabe exatamente quando Uribe contraiu a nova gripe. "Ele tem contato com milhares de pessoas todos os dias. Então é muito difícil de saber onde se contagiou. É um vírus que está circulando por todo o mundo, por todo o país, por todas as partes", disse Aristizabal.

Uribe apresentou sintomas como mal-estar geral, tosse, febre e espirros a partir da sexta-feira, quando esteve na cidade argentina de Bariloche, participando de uma cúpula extraordinária da União das Nações Sul-Americanas (Unasul). Os sintomas pioraram no sábado, quando se realizaram os exames. Os médicos descartaram um isolamento mais prolongado para o governante. "Muito seguramente ele chegou lá (em Bariloche) com o vírus, porque uma altíssima porcentagem dos casos do vírus se contrai um dia antes ou até sete dias antes dos sintomas, então provavelmente desde a tarde de quinta-feira no mínimo", indicou o médico.

Outros líderes

A chancelaria colombiana informou ontem aos governos sul-americanos sobre o contágio do vírus da Influenza A por Uribe. O colombiano esteve pelo menos sete horas reunido com vários colegas da região, entre eles o presidente brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva. O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, disse na noite de ontem, após ser informado sobre a doença, que se sentia bem.

O ministro de Relações Exteriores colombiano, Jaime Bermúdez, que esteve sentado ao lado de Uribe durante a reunião da Unasul, viajou para a China no fim de semana. Após chegar a Pequim, ontem, ele informou às autoridades chinesas sobre a doença de Uribe. Até agora, Bermúdez não apresenta sintomas da nova gripe, mas por precaução sua agenda hoje no país asiático foi cancelada. Já foram confirmados na Colômbia 621 casos da gripe suína, incluindo o de Uribe, com 34 mortes relacionadas ao vírus, segundo o Ministério da Saúde.

Mais conteúdo sobre:
gripe suína Colômbia Uribe recuperação

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.