Guarujá recebe R$ 3 milhões do Estado para investir em saúde

Metade da verba será para ampliação de UPA na rodoviária e a outra será para equipar uma nova

Agência Estado

16 Junho 2010 | 15h50

SANTOS - A Prefeitura do Guarujá, no litoral de São Paulo, comemorou a liberação de R$ 3 milhões de uma verba estadual para ampliar a área da saúde do município. O investimento é do Fundo de Desenvolvimento Metropolitano e foi anunciado na reunião do Conselho Municipal de Desenvolvimento da Baixada Santista (Condesb), realizada na última terça-feira, 15, na sede da Agência Metropolitana (Agem), em Santos.

 

A prefeita do Guarujá, Maria Antonieta de Brito (PMDB), explicou que metade da verba será destinada à ampliação da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da rodoviária, enquanto a outra parte será utilizada para equipar uma nova UPA que a prefeitura vai construir no bairro da Enseada.

 

Segundo Antonieta, a nova unidade já tem outros R$ 4 milhões garantidos para a construção do prédio, sendo R$ 2 milhões da União e R$ 2 milhões do município. "Vamos atender na Enseada cerca de 40% do atendimento da rodoviária em meses de não-temporada, ou seja, cerca de 600 atendimentos", disse a prefeita.

 

A reforma da UPA da rodoviária ampliará a capacidade da unidade para mil atendimentos por dia. "Hoje estamos na faixa de 800 atendimentos, só que, com o espaço físico que nós temos, atende-se muito precariamente. Com a ampliação, vamos poder atender mil pessoas de maneira digna", afirma Antonieta, comentando que ainda não desistiu de conquistar junto à Secretária de Saúde do Estado a construção de um Ambulatório Médico de Especialidades (AME) no Guarujá.

Mais conteúdo sobre:
Guarujá Agem Condesb UPA AME Enseada Santos

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.