Hospital São Camilo (@RedeSaoCamiloSP)/Instagram/Reprodução
Hospital São Camilo (@RedeSaoCamiloSP)/Instagram/Reprodução

Haddad quer vender terreno para pagar hospital na zona norte

Projeto já foi aprovado pela Câmara Municipal em primeira votação; área em disputa é usada pelo Hospital São Camilo, em Santana

Adriana Ferraz, O Estado de S. Paulo

12 Março 2015 | 13h06

SÃO PAULO - O prefeito Fernando Haddad (PT) quer vender o terreno onde funciona o Hospital São Camilo da zona norte da capital paulista. Localizada na Rua Voluntários da Pátria, em Santana, a área, que é municipal, está avaliada em R$ 70 milhões. De acordo com projeto de lei aprovado nesta quarta-feira, 11, pela Câmara Municipal em primeira discussão, a gestão Haddad poderá abrir uma licitação em busca de interessados. 

A Sociedade Beneficente São Camilo usufruiu da área desde 1976, quando firmou com a Prefeitura uma concessão administrativa. De acordo com a gestão Haddad, a própria entidade manifestou interesse na compra, mas, para isso, terá de vencer o processo licitatório.

A intenção da Prefeitura é usar a verba arrecadada na construção do Hospital Municipal da Brasilândia, também na zona norte. Prometida na campanha eleitoral, a obra já foi licitada, mas ainda não recebeu ordem de serviço por falta de recursos. A unidade está orçada em mais de R$ 150 milhões.

Mais conteúdo sobre:
Fernando Haddad Hospital São Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.