MÁRCIO FERNANDES/ESTADÃO
MÁRCIO FERNANDES/ESTADÃO

Herdeiro do Itaú será candidato único em eleição da Santa Casa

Pediatra José Luiz Setúbal foi o único a apresentar candidatura para o cargo de provedor; votação foi convocada após Kalil Rocha Abdalla, investigado pelo Ministério Público, renunciar ao posto

Fabiana Cambricoli, O Estado de S.Paulo

02 Junho 2015 | 18h54

SÃO PAULO - A Santa Casa de Misericórdia de São Paulo terá candidato único na eleição para novo provedor. Herdeiro do banco Itaú, o pediatra José Luiz Egydio Setúbal, de 58 anos, foi o único membro da Irmandade a apresentar candidatura. O prazo para inscrições terminou às 18h desta terça-feira, 2.

Marcada para o próximo dia 9 de junho, a eleição foi convocada após a renúncia do advogado Kalil Rocha Abdalla, de 73 anos, ao cargo, em abril. Ele havia sido eleito para um terceiro mandato em abril de 2014, mas abandonou o posto após a Justiça quebrar seus sigilos bancário e fiscal. Abdalla é investigado pelo Ministério Público Estadual (MPE) por supostas irregularidades na gestão do complexo hospitalar.

Em crise financeira, a Santa Casa acumula deficit financeiro de mais de R$ 400 milhões.No início da gestão de Abdalla, em 2008, a dívida era de R$ 80 milhões.

Podem votar na eleição para provedor os 490 membros da Irmandade da Santa Casa. Para que a escolha tenha validade, pelo menos 70 irmãos devem estar presentes e votarem a favor de Setúbal. A eleição ocorre às 9h no Salão Nobre da entidade, na região central de São Paulo.

Pediatra formado pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa e presidente do Hospital Infantil Sabará, Setúbal já havia chamado a atenção no ano passado ao montar uma chapa de oposição a Abdalla nas eleições ordinárias. Na ocasião, ele alertou a Irmandade para o aumento da dívida da instituição, mas foi derrotado pelo adversário por uma diferença de apenas 37 votos.

Caso seja confirmado como provedor, Setúbal ocupará o cargo até abril de 2017, quando acabaria o mandato de Abdalla. O provedor em exercício, Ruy Altenfelder, voltará para o cargo de vice-provedor.

Mais conteúdo sobre:
santa casa itaú josé luiz setúbal

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.