Reprodução
Reprodução

Homem que fez campanha para cirurgia é sequestrado e libertado

A PM prendeu os três suspeitos de sequestro-relâmpago em uma agência bancária de Lucas do Rio Verde (MT)

Fátima Lessa, especial para o Estado, de CUIABÁ,

25 de junho de 2012 | 19h23

 Após quase 12 horas de buscas, a Polícia Militar de Lucas do Rio Verde (MT) prendeu nesta segunda-feira, 25, em flagrante os três suspeitos de sequestro de Oziel de Oliveira, de 22 anos. Oziel ficou conhecido depois de campanha de arrecadação de recursos para cirurgias de reconstituição facial, após sofrer com um câncer na boca, em um hospital de São Paulo. Ele havia desaparecido na noite de domingo, após deixar a namorada em casa.

 

A polícia prendeu os suspeitos depois de receber denúncias de moradores da cidade que reconheceram Oliveira quando ele entrava em uma agência bancária. Segundo a PM, a ação foi frustrada porque os policiais conseguiram chegar ao banco pouco antes de o jovem retirar o dinheiro solicitado pelos criminosos.

 

De acordo pelo responsável pelas investigações, o delegado Marcelo Torachs, Oliveira f passa bem, apesar de ter passado cerca de dez horas em poder do trio de sequestradores e apresentar alguns ferimentos pelo corpo.

Com a campanha feita pela internet, iniciada no fim de março, Oliveira conseguiu R$ 106.670,98. A cirurgia de reconstrução de parte de sua face será feita em julho no Instituto Branemark, em Bauru, entidade filantrópica especializada nesse tipo de operação.

Notícias relacionadas

    Encontrou algum erro? Entre em contato

    Tendências:

    O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.