Homem sobrevive depois de ter o crânio perfurado por arpão

Médicos removeram com sucesso arpão de 15 centímetros da cabeça de mergulhador, que passa bem

AP

29 Março 2009 | 16h51

 

Uma equipe de médicos removeu com sucesso um arpão de pesca de 15 centímetros da cabeça de um homem que teria sido atingido enquanto mergulhava na Ilha do Governador, na costa do Rio.

 

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, o mergulhador Emerson de Oliveira Abreu passa bem e é improvável que tenha sequelas. Aparentemente, o arpão foi lançado por ele mesmo, ricocheteou nas pedras da costa e penetrou no crânio de Abreu tão profundamente que apenas a ponta ficou de fora, informou a família e autoridades locais.

 

Segundo com um dos médicos da equipe, Abreu "teve sorte": a lança entrou por cima do olho esquerdo e não atingiu nenhuma área crítica do cérebro. A cirurgia, de alto risco, demorou cinco horas.

Mais conteúdo sobre:
arpãoferidocirurgia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.