Homens aceitam melhor uma traição homossexual que mulheres, diz estudo

Americanos pediram que 718 universitários imaginassem qual seria sua reação nesse caso

Reuters

28 Janeiro 2011 | 15h03

NOVA YORK - Metade dos homens perdoaria a infidelidade de suas parceiras se a traição fosse com outra mulher, segundo um novo estudo da Universidade do Texas em Austin, nos EUA, publicado na revista Personality and Individual Differences.

Já o sexo feminino é menos propenso a perdoar o namorado e esquecer a trapaça caso ele saia com outro homem. Os pesquisadores pediram a 718 universitários que imaginassem estar em um relacionamento de longo prazo e quais seriam suas reações nessa situação.

Os autores descobriram que, em geral, 50% dos homens provavelmente continuariam a relação com uma mulher que se envolveu com outra, enquanto apenas 22% disseram que poderiam perdoar uma traição delas com outro homem.

Para as mulheres, os resultados foram invertidos. Se o namorado a traísse com outra, 28% tentariam superar esse fato, e só 21% fariam isso se a infidelidade ocorresse com outro homem.

A pesquisa concluiu que as reações dos participantes foram baseadas em instintos básicos de ciúme. "Um forte mecanismo é ativado em homens e mulheres de diferentes maneiras - aquelas que ameaçam a paternidade no caso dos homens e as que põem em risco o abandono às mulheres", disse Jaime Confer, principal autor e candidato a pós-doutorado em psicologia evolutiva.

Os homens, segundo os cientistas, sentem-se em perigo com um rival do mesmo sexo por causa da incerteza da paternidade, enquanto veem um caso homossexual da namorada como "uma oportunidade de acasalar com mais de uma mulher ao mesmo tempo, satisfazendo o desejo masculino por várias parceiras sexuais".

Mark Cloud, um dos coautores do trabalho, destacou que o cenário de infidelidade homossexual que eles pediram para os voluntários imaginar é muito raro no mundo real.

Então, os pesquisadores questionaram os estudantes sobre suas verdadeiras experiências de traição. Mais uma vez, os homens demonstraram uma menor tolerância de aceitar a infidelidade que as mulheres. Os homens se revelaram significativamente mais propensos a terminar um relacionamento após um affair da companheira, apontou o estudo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.