Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Hong Kong tem 1º surto de aviária desde 2003 e sacrifica aves

Autoridades estimam que 80 mil frangos tenham que ser sacrificados após a confirmação da presença do vírus

REUTERS

09 de dezembro de 2008 | 09h35

As autoridades do serviço de saúde de Hong Kong disseram nesta terça-feira que devem isolar e sacrificar 80 mil frangos após ser confirmado o vírus H5 da gripe aviária em algumas aves de uma unidade de produção. Especialistas temem que o vírus, disseminado principalmente em animais mas que já infectou humanos, possa sofrer mutações para uma forma que possa ser disseminada facilmente entre as pessoas. O secretário de Saúde de Hong Kong, York Chow, disse que granjas afetadas estão localizadas no norte da cidade, na região de Yuen Long, e foram registradas 60 mortes de frangos na segunda-feira.   "Após uma série de testes, nós confirmamos esta manhã que os frangos morreram infectados pelo vírus H5", disse Chow a jornalistas. Chow também afirmou que ele elevou o alerta de gripe aviária para "sério".   Foto: Reuters Aves são abatidas após confirmação do vírus H5, da gripe aviária, em granjas de Hong Kong   Ele acrescentou que 80 mil frangos em uma área de três quilômetros da fazenda serão sacrificados. O último surto de gripe aviária em Hong Kong havia aparecido em 2003. (Reportagem de Donny Kwok)

Tudo o que sabemos sobre:
gripe aviária

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.