Hospital da USP atua para humanizar parto

O Hospital Universitário da Universidade de São Paulo adotará uma série de ações para humanizar o parto e reduzir o número de cesáreas - atualmente em torno de 27%. Uma das medidas será ampliar o uso da anestesia, já que muitas mulheres optam pela cirurgia por medo da dor. Além disso, o centro obstétrico será reformado e as famílias poderão acompanhar a gestante durante o parto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.