Governo do Estado de SP/Divulgação
Governo do Estado de SP/Divulgação

Hospital de campanha no Pacaembu é finalizado e receberá pacientes com coronavírus na segunda

A partir desta quarta será iniciado o treinamento dos 520 profissionais de saúde que prestarão serviço no local, entre eles médicos, enfermeiros, assistentes de enfermagem, fisioterapeutas e assistentes sociais

João Prata, O Estado de S.Paulo

01 de abril de 2020 | 11h00

As obras para a construção do hospital de campanha no estádio do Pacaembu serão entregues nesta quarta-feira. Agora, a Prefeitura de São Paulo informou que chegarão os materiais médicos: macas, oxigênio e todo aparato necessário para cuidar dos pacientes diagnosticados com a covid-19. O local começará a receber os doentes na segunda-feira, 6.

A partir desta quarta também será iniciado o treinamento dos 520 profissionais de saúde que prestarão serviço no local, entre eles médicos, enfermeiros, assistentes de enfermagem, fisioterapeutas e assistentes sociais. A gestão será feita pelo Instituto Social do Hospital Albert Einstein e a responsabilidade por toda a infraestrutura será da Prefeitura de São Paulo.

Para Entender

Coronavírus: veja o que já se sabe sobre a doença

Doença está deixando vítimas na Ásia e já foi diagnosticada em outros continentes; Organização Mundial da Saúde está em alerta para evitar epidemia

Duas tendas foram montadas no gramado do estádio em um espaço de seis mil metros quadrados. As tendas possuem dez módulos. Cada módulo tem capacidade para receber 20 leitos. Ou seja, no total, o Pacaembu terá 200 leitos.

Serão encaminhados para o local pacientes confirmados com a covid-19 de média e baixa complexidade que estiverem internados nas unidades de saúde das redes municipais. A previsão é que cada doente fique internado por 14 dias. Se houver agravamento, serão encaminhados para hospitais de referência.

A Prefeitura de São Paulo também está em fase final de construção de outro hospital de campanha, no Centro de Convenções do Anhembi. No local haverá 1.800 leitos e também será possível realizar exames de tomografia, raio-x, exames de laboratório. Por lá serão 1.200 vagas abertas para profissionais da saúde.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.