Hospital Universitário do Rio fecha ala para reformas

Internações e atendimento na emergência estão temporariamente suspensos; obras devem durar 45 dias

Marcela Bourroul Gonsalves, Central de Notícias,

14 de outubro de 2011 | 18h29

A Defesa Civil decidiu desocupar a Ala D do Hospital Universitário Clementino Fraga Filho (HUCFF), localizado na Ilha do Fundão, no Rio, até que as obras no local sejam concluídas. Estão sendo feitos reparos nas colunas, e a previsão é que eles sejam finalizados em 45 dias.

 

Após monitoramento diário da estrutura do prédio, foi detectada a possibilidade de pequenos assentamentos em decorrência das obras de reparo dos dois pilares da Ala D. Os serviços do local serão remanejados para outras alas do hospital enquanto estiver sendo feito o reforço nos pilares.

 

As medidas, segundo o hospital, são preventivas. Para viabilizar o remanejamento, temporariamente as internações no HUCFF estão suspensas, assim como o atendimento na emergência. Os pacientes previamente agendados para consultas ambulatoriais serão atendidos normalmente.

 

No início de outubro, a Superintendência de Vigilância Sanitária (Suvisa) foi acionada pela direção do hospital para elaborar um parecer detalhado sobre a situação do Centro Cirúrgico. O termo de visita da Suvisa sugeriu que as atividades no setor fossem temporariamente suspensas até a conclusão da obra de correção da estrutura física. Anteriormente, funcionários haviam feito denúncias sobre as más condições de funcionamento do hospital.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.