HPV está relacionado a doenças cardiovasculares em mulheres

Estudo americano foi o primeiro a avaliar a relação entre as duas doenças

das agências de notícias,

26 de outubro de 2011 | 16h48

 Mulheres portadoras de subtipos do HPV causadores de tumores podem ter um risco maior de desenvolver doenças cardiovasculares e derrame quando não há outros fatores de risco, mostra um estudo da Universidade do Texas.

Os pesquisadores foram os primeiros a investigar a conexão entre essas doenças e a descoberta foi publicada no Journal of the American College of Cardiology.

"Aproximadamente 20% dos indivíduos com doenças cardiovasculares não têm outros fatores de risco, sinalizando que outras causas podem estar envolvidas no desenvolvimento da doença. O HPV parece ser esse fator nas mulheres", diz o estudo. "Isso tem implicações clínicas importantes. Primeiro, a vacina do HPV poderia ajudar a prevenir doenças cardíacas. Segundo, médicos deveriam monitorar pacientes com esses tipos de HPV para prevenir ataques cardíacos ou derrame", concluem os autores.

Segundo a pesquisa, a relação entre o HPV e doenças cardíacas pode estar na capacidade do vírus de inativar dois genes que inibem a atividade dos tumores. Sabe-se que um deles também está envolvido no processo da aterosclerose _ a formação de placas de gordura nas artérias.

O estudo analisou cerca de 2.500 mulheres com idades entre 20 e 59 anos e dividiram as voluntárias em três grupos: aquelas com tipos oncogênicos do HPV, outras com tipos do vírus que não causam câncer e mulheres não infectadas. Os dados foram relacionados com incidência de doenças cardiovasculares, fatores de risco e informações clínicas das pacientes.

O resultado do estudo aponta que os tipos oncogênicos do HPV foram fortemente associados com doenças cardiovasculares.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.