HST/Nasa-ESA
HST/Nasa-ESA

Hubble fotografa nebulosa planetária a 6.500 anos-luz

A imagem do Hubble detalha a estrutura interna da nebulosa, mostrando a estrela ao centro

estadão.com.br, estadão.com.br

18 Outubro 2010 | 15h35

A Nasa divulga nesta segunda-feira uma imagem feita pelo Telescópio Espacial Hubble da nebulosa planetária NGC 6210. Localizada a 6.500 anos-luz da Terra, na constelação de Hércules, a nebulosa foi descoberta em 1825 pelo alemão Friedrich Georg Wilhelm Struve.

 

A despeito do nome, nebulosas planetárias não estão relacionadas a planetas - elas foram chamadas assim porque se pareciam com corpos planetários quando vistas nos pequenos telescópios dos séculos passados. Na verdade, NGC 6210 é o vestígio final de uma estrela um pouco menor que o Sol.

 

As várias camadas de material ejetado pela estrela moribunda formam uma sobreposição de estruturas com diferentes níveis de simetria, o que dá à nebulosa seu formato peculiar.

 

A imagem do Hubble detalha a estrutura interna da nebulosa, mostrando a estrela ao centro cercada por uma bolha azulada. A bolha está sobreposta a uma nuvem de gás avermelhado.

Mais conteúdo sobre:
hubblenebulosanasaesa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.