Hwang Woo-Suk reaparece: "Me sinto miserável"

O cientista coreano Hwang Woo-Suk, que estava recluso havia três semanas, reapareceu ontem em público. Em entrevista coletiva televisionada, pediu perdão pela fraude. ?Me sinto tão miserável que não sei nem como me desculpar.? Ontem à noite (já manhã de quinta-feira na Coréia do Sul), promotores fizeram uma batida na casa e no escritório de Hwang em busca de provas para o processo criminal movido contra ele por mau uso de verbas do governo. Um grupo de sete promotores foi formado para investigar o caso. Eles pretendem interrogar todos os envolvidos no escândalo. A pena para o crime de malversação de verbas públicas é de dez anos de prisão. O Ministério Público obteve autorização para vasculhar 26 locais relacionados à pesquisa comandada por Hwang, inclusive um hospital da cidade e casas de membros de sua equipe.

Agencia Estado,

12 de janeiro de 2006 | 11h17

Tudo o que sabemos sobre:
notícia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.