Marcos Arcoverde/AE
Marcos Arcoverde/AE

Índice de cura da tuberculose no País está distante do recomendado

Apesar da melhora de 69% para 73% em 6 anos, porcentual fica longe dos 85% recomendados

Agência Brasil

24 Março 2010 | 15h36

O porcentual de cura da tuberculose no Brasil passou de 69% em 2002 para 73% em 2008, índice ainda distante dos 85% recomendados pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Em 2008, o país registrou 70.989 novos casos da doença.

 

Veja também:

linkBrasil figura entre os 20 países com maior incidência de tuberculose 

linkAustralianos anunciam remédio que barra transmissão da tuberculose 

 

De acordo com o Ministério da Saúde, a tuberculose é a principal causa de morte de portadores do vírus HIV. Em 2002, 26,7% dos pacientes com tuberculose fizeram exames para a detectar o vírus HIV e em 2008, o índice passou para 48%.

 

O coordenador-geral do Programa Nacional de Controle da Tuberculose, Dráulio Barreira, lembrou que quanto mais precoce for o diagnóstico, melhores as chances de sobrevida.

 

O representante da Organização Panamericana de Saúde (Opas), Diego Victoria, afirmou que uma em cada três pessoas que contarem tuberculose no mundo não tem acesso a um diagnóstico preciso e a um tratamento eficaz para a doença.

 

"Temos que encontrar novos e melhores meios para combater essa doença. Novos medicamentos, métodos mais rápidos para diagnóstico, vacina, serviços de saúde mais acessíveis".

 

Para Diego Vistoria, o trabalho em parceria é fundamental, sobretudo entre União, estados e municípios. "Temos que somar forças para que o controle da tuberculose esteja sempre na pauta".

Mais conteúdo sobre:
tuberculose cura OMS Brasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.