Injeção de ginseng contaminada causa mortes na China

Comunicado do governo não identificou que tipo de bactéria e apenas informou que a investigação continua

AP

14 de outubro de 2008 | 17h40

Injeções fitoterápicas contaminadas com bactérias causaram a morte de três pacientes no sul da China, reportou a imprensa estatal nesta terça-feira, 14. Testes em amostras de uma injeção de ginseng usada em pacientes cardíacos mostraram que o produto havia sido "contaminado por bactérias", disse o ministério da saúde em comunicado nesta terça-feira, 14, de acordo com a agência Xinhua. O comunicado não identificou que tipo de bactéria e apenas informou que a investigação continua sobre como a contaminação ocorreu.  O medicamento é um extrato da erva ciwujia, um tipo de ginseng siberiano, que é injetado em pacientes que sofrem de trombose e doenças cardíacas.  Seis pacientes da província de Yunnan ficaram doentes depois de receberem injeções de ciwujia, com sintomas incluindo vômito e coma. Três deles morreram no dia 6 de outubro. Os outros foram descritos como estáveis mas ainda estavam sob observação.  Na segunda-feira, 13, o governo ordenou que o produtor do medicamento, Wandashan Pharmaceutical, fizesse um recall de todas as suas injeções de ciwujia.

Tudo o que sabemos sobre:
saúdechina

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.