Kim Kyung-Hoon/Reuters
Kim Kyung-Hoon/Reuters

Inspirado em filmes, japonês cria seu próprio robô gigante

Protótipo custou US$ 1,3 milhão, tem espaço para piloto e é controlado manualmente

Reuters

29 Novembro 2012 | 11h57

Kogoro Kurata transformou em realidade o que pode ser o sonho de muitas crianças, e ão só japonesas. O artista de 39 anos desenvolveu seu próprio robô gigante com cabine e controles, assim como ocorre em muitos dos filmes e desenhos animados que fazem parte da cultura jovem do Japão.

 

O Kuratas pesa 4 toneladas e mede 4 metros e tem uma cabine com espaço para o "piloto" mover os braços do robô e fazê-lo andar a uma velocidade máxima de 10 km/h, tudo manualmente.

 

"Os robôs que vimos na nossa geração sempre foram maiores e tinham pessoas dentro para pilotá-los, e acho que nunca teriam muito uso no mundo real", disse Kurata. "Mas eu sempre sonhei em ter um deles, e acho que é um pouco da cultura japonesa. Ainda acho que é algo que os japoneses têm de fazer", completou.

 

Seu protótipo é equipado com um sistema operacional que pode ser controlado pelo iPhone, assim como canhões que disparam garrafas plásticas ou projéteis de espuma. O robô levou dois anos para ser feito será vendido a um preço bastante salgado - 110 milhões de ienes (cerca de US$ 1,3 milhão, ou R$ 2,5 milhões).

 

Kurata disse ter recebido milhares de pedidos de encomenda, mas também admitiu que muitas pessoas cancelaram a compra, embora não tenha dado números exatos de quantas unidades de fato foram vendidas. Ele não considera isso importante. "Espero que, ao construir isso, eu abra caminho para que mais pessoas ainda mais capazes façam coisas diferentes. Elas poderão criar uma sociedade que usa robôs de maneiras que jamais poderíamos imaginar", concluiu. 

Mais conteúdo sobre:
Japãociênciarobô

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.