Instituto Dante Pazzanese fará partos de bebês com problemas cardíacos

Com reforma, governo promete ainda ampliar o número de leitos da unidade

Fabiana Cambricoli, O Estado de S.Paulo

20 Dezembro 2013 | 12h11

 O Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia, em São Paulo, vai passar por uma reforma que ampliará o pronto-socorro da unidade e possibilitará a implantação de um centro de medicina fetal para partos de bebês com problemas cardíacos. O anúncio da ampliação foi feito na manhã desta sexta-feira, 20, pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB).

Com as obras, o hospital ganhará 89 novos leitos, sendo 62 de pronto-socorro, 17 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) neonatal e 10 de UTI pediátrica. As enfermarias infantis e adultas também serão reformadas.

O centro cirúrgico, atualmente com quatro salas, ganhará um novo espaço, onde será implantado o Centro de Medicina Fetal.

O governo do Estado promete finalizar todas as obras até 2015. A ampliação custará R$ 39,4 milhões.

Mais conteúdo sobre:
reforma hospital parto dante pazzanese

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.