Lar Feliz 1
Lar Feliz 1

Interior de SP já tem 16 mortes em asilos pela covid-19

Óbitos foram registrados em Hortolândia e Piracicaba; mais velhos estão no grupo de maior risco da doença

José Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo

05 de maio de 2020 | 22h39

SOROCABA - Seis idosos morreram após contrair o coronavírus na casa de repouso Lar Feliz 1, em Hortolândia, interior de São Paulo. Outros 13 residentes da unidade testaram positivo e estão em tratamento. Conforme a administração, os óbitos foram entre 13 de abril e esta segunda-feira, 4. As vítimas, quatro homens e duas mulheres, tinham entre 76 e 92 anos e apresentavam algum tipo de comorbidade. No total, o interior paulista já tem 16 óbitos de idosos pela covid-19 em três instituições do tipo. 

Os 14 funcionários do Lar Feliz 1 fizeram exames para detectar o vírus e tiveram resultados negativos. As visitas foram suspensas. Nesta segunda, também foi confirmado o segundo óbito de idoso do Residencial Bem Viver, em Piracicaba. As vítimas são idosas de 80 e 85 anos. Ao todo, 16 pessoas – 11 idosos e 5 funcionários – contraíram o vírus. Quatro residentes ainda estão internados.

Outras oito mortes foram registradas no Lar Betel, também em Piracicaba, entre 23 de abril e 1º de maio. As vítimas tinham entre 73 e 87 anos. O vírus infectou outros 33 idosos e 14 funcionários. 

Nos três casos, o Ministério Público Estadual de São Paulo abriu procedimento para apurar as mortes e os cuidados que estão sendo tomados em relação à doença. Os idosos são mais sensíveis aos sintomas causados pelo coronavírus e respondem proporcionalmente pelo maior número de mortes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.